Consórcio de Moto é uma das modalidades para aquisição de bens que o consórcio possibilita. Muitas pessoas nem imaginam que também é possível fazer um consórcio para compra de uma moto. Mas ele existe, assim como é possível realizar um consórcio de veículo ou imóvel, por exemplo. E são muitas as vantagens em adquirir.

O consórcio de moto funciona da mesma forma que um consórcio tradicional. O consórcio é a junção de pessoas em um grupo onde há uma administradora por trás. Esse grupo, por meio de parcelas, autofinancia um determinado valor chamado de carta de crédito. Mensalmente, ou de acordo com o prazo estipulado pela administradora, é feito um sorteio onde alguém sai contemplado e leva a carta de crédito. Também existe a possibilidade de dar lances. Quem der o maior lance, também leva a carta de crédito. Vale ressaltar que mesmo após ser contemplado, é necessário continuar com o pagamento das parcelas até o fim do consórcio. Mais ou menos como funciona um financiamento, só que com mais vantagens.

Entre as principais vantagens do consórcio de moto, está a ausência de taxa de juros. E isso não é apenas uma característica desta opção, mas do consórcio como um todo. Em nenhum consórcio existe taxa de juros. No entanto, há uma taxa denominada taxa administrativa, que cobre os custos da administradora do grupo.

Essa taxa geralmente é mais vantajosa do que os juros de um financiamento, por exemplo.

Algo que ainda gera vantagem no consórcio, é a possibilidade de utilizar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como lance e conseguir ser contemplado em menos tempo.

Consórcio de Motos: Uma opção vantajosa

O consórcio de motos, talvez, seja uma das opções mais vantajosas de consórcio. Pois é uma das modalidades com menor prazo para aquisição de um bem. Se você não for sorteado, não ganhar na disputa de lances, o prazo máximo para conseguir seu bem é de 6 anos. Mas, geralmente, há contemplação antes. Em suma, o consórcio de moto pode durar de 2 a 6 anos. Se comparado ao consórcio de imóveis, por exemplo, esse número é muito vantajoso.

Ainda assim, é bom salientar que se você precisa da moto o mais rápido possível, o consórcio não é para você. Pois você teria de contar com a sorte para ser sorteado. E essa não seria uma decisão sensata. Agora, se você pode esperar, essa é uma boa opção. Principalmente se você não consegue guardar um dinheiro na poupança para aquisição. Como você precisa arcar com o valor das parcelas todo mês, o consórcio acaba sendo uma forma para você investir no seu bem, algo que é seu e que você pode vender depois, ao invés de gastar o dinheiro com bobagens.

Uma opção com relação a essa modalidade de consórcio é a possibilidade de trocar a marca ou modelo da moto. Você não tem, obrigatoriamente, que efetivar a compra daquele modelo que te levou a contratar o consórcio. Você pode mudar. Desde que esteja dentro no mesmo segmento. Por exemplo, você não pode utilizar o dinheiro da carta de crédito de um consórcio de moto para adquirir eletrodomésticos, por exemplo. É necessário que a troca seja feita dentro do mesmo segmento.

Para entrar em um consórcio de motos é muito simples e funciona da mesma forma que entrar em outras modalidades de consórcio. Você precisa consultar seu banco ou instituições administradoras reconhecidas no mercado, solicitar a cotação e tirar todas as suas dúvidas com o especialista.

Uma ótima forma é solicitar a cotação online. Você acessa um site especializado, insere seus dados e as informações básicas do seu consórcio, como o objetivo e o valor da carta de crédito, por exemplo, e solicita a cotação. Essa opção é uma das mais ágeis do mercado, pois não necessita, obrigatoriamente, que você tenha que se direcionar fisicamente ao local da instituição. Mas pode tirar suas dúvidas por telefone, WhatsApp, receber o especialista na sua casa ou, se quiser, se dirigir até o local.

Para que não tenha dúvidas antes de solicitar seu consórcio de moto, solicite uma Cotação de Consórcio aqui e tire todas as suas dúvidas com especialistas. Boa sorte 😉