A escolha entre o Consórcio e o Financiamento é uma duvida que ocorre na maioria das pessoas que estão procurando a compra de um imóvel ou automóvel de maneira parcelada. Essas são as duas principais linhas de crédito do mercado e ambas podem lhe atender, sabendo que cada uma possui características bastante distintas de funcionamento que podem fazer toda a diferença baseado em sua necessidade.

Como funciona?

Consórcio

O Consórcio basicamente é a constituição de um grupo de pessoas, administrado por uma instituição financeira, que tem o objetivo em comum de adquirir um bem do mesmo valor, seja imóvel ou automóvel.

No Consórcio o valor do bem é dividido pela quantidade de parcelas do grupo e conforme os participantes vão pagando as parcelas, esse recurso é acumulado para que seja liberado para os participantes através de sorteio ou de leilões através de lance, onde o interessado em receber o crédito antes, antecipa valores para ter prioridade no recebimento do crédito.

O Consórcio não possui cobrança de taxa de juros, apenas uma taxa de administração do crédito que é cobrada através de um percentual fixo do valor do crédito, desta forma antecipar os pagamentos, por exemplo, não reduz a cobrança das taxas. Na maioria das vezes o consórcio possui condições financeiras melhores que os financiamentos.

Financiamento

O Financiamento é basicamente uma operação direta entre a pessoa interessada e a instituição financeira, no caso do financiamento, através de um contrato de crédito a instituição financeira antecipa o valor total do bem desejado em troca do parcelamento do credito na quantidade de tempo desejado, com a cobrança de juros que remunera a instituição pelo prazo de antecipação e o risco do crédito.

O Financiamento tem a liberação do crédito imediato, com a cobrança de juros mensais ou anuais baseados no período de parcelamento da divida pelo comprador do bem. Normalmente possui custos maiores que os do consórcio.

Vantagens e Desvantagens

Baseando-se nas características das duas modalidades de crédito, listamos abaixo as principais vantagens e desvantagens do Consórcio e do Financiamento, além de sugerir quando contratar uma linha ou outra:

Vantagens

As principais vantagens do consórcio estão relacionadas ao custo financeiro da operação que costuma ser entre 15% a 20% da operação sobre o período todo, ou seja, independente do prazo o custo cobrado é o mesmo, compensando bastante a compra a prazo.

Desvantagens

A principal desvantagem do consórcio é o prazo para liberação do crédito, tendo em vista que você dependerá do sorteio ou então de pagamentos antecipados através de lances para ser contemplada, essa modalidade pode ser uma boa forma de poupar, porém não vai lhe atender se estiver com pressa para adquirir o bem.

Financiamento

Vantagem

A principal vantagem do financiamento é a liberação imediata do crédito para aquisição do bem, assim que o contrato for aprovado o crédito será liberado para que você possa adquirir o bem desejado.

Desvantagem

A desvantagem do financiamento está relacionada ao custo da operação, tendo em vista que as taxas de juros do financiamento costumam ultrapassar em pouco tempo a taxa de administração do consórcio. Se comparar por exemplo, um financiamento imobiliário por exemplo costuma cobrar taxas em torno de 9% ao ano, teoricamente um financiamento de 3 anos já terá custos de juros mais altos que a administração de consórcio, quanto maior o prazo de pagamento, mais caro fica o financiamento comparado ao consórcio.

Qual escolher?

De forma bem resumida o que vai definir qual linha de crédito escolher é a sua pressa em adquirir o bem, se pode esperar por longos períodos o consórcio sem duvida é a melhor opção financeiramente falando.

Porém caso precise ou queira o bem em um determinado prazo garantido, o financiamento acaba sendo a melhor alternativa.

É importante sempre avaliar as condições tanto do grupo de consórcio quanto do financiamento antes de fechar a operação, podem existir situações em que o financiamento pode sim ter custos menores que o consórcio, portanto avalie sempre as opções antes de efetivar a operação.