Passando a graduação é preciso pensar em algo mais focado, mas o que é preciso saber ao decidir começar uma pós-graduação, veja 05 dias que irão facilitar a sua vida.

Hoje em dia a graduação sozinha não é mais suficiente para se tornar um bom profissional, além da maior exigência do mercado. Na graduação o aluno está acostumado com aquela rotina intensa, cinco dias por semana, as vezes aulas em período integral, e uma grande carga de matéria, na pós-graduação isso é um pouco diferente a quantidade de aulas por semana é menor e o conteúdo é mais focado na área que escolheu o curso. Para entender melhor como funciona e o que você precisa ficar atento veja essas 05 dicas para te ajudar a começar uma pós-graduação.

1.      Modalidades de pós

Existem dois tipos de pós, cada um com objetivo diferente. O Latu sensu é voltado para quem deseja melhorar os conhecimentos em uma área específica, o aluno terá aulas presenciais ou não, trabalhos, provas e o trabalho final, que pode ser um projeto ou monografia. Entre os cursos desta modalidade o MBA (Master of Business Administration) vem se tornando cada vez mais procurado, o curso é basicamente uma especialização em administração de empresas.  A outra modalidade é o stricto sensu que é para quem deseja se envolver com formação cientifica e acadêmica, voltada para profissionais que desejam ser professor universitário ou pesquisador.

ENCONTRE A MELHOR OPÇÃO PARA SUA PÓS-GRADUAÇÃO

2.      Planeje sua rotina

Por mais que tenham menos aulas, a pós-graduação exige muito comprometimento e dedicação do aluno. Para a modalidade de lato sensu a organização maior deve ser no momento das aulas, mas fora delas também é preciso ter um tempo para realizar os trabalhos e estudar para as provas, já na modalidade de stricto sensu a dedicação é quase que 100%, pois a pesquisa tem que ser realizada de forma minuciosa e detalhada.  Mesmo na modalidade EAD é preciso se atentar a rotina, mesmo não tendo a obrigação de frequentar a sala de aula é preciso se dedicar para manter o seu desempenho.

3.      Amplie seu ciclo de aprendizagem

Não da para esperar que somente o seu professor ou orientador de auxilie na aprendizagem, além que eles tem outras tarefas e podem não conseguir disponibilizar tanto tempo para você, busque ajuda com outros alunos de pós-graduação, veja vídeos na internet, busque por livros e se orçamento estiver apertado procure em bibliotecas.

4.      Saiba como escolher o seu orientador

Na hora de realizar o trabalho de conclusão é muito importante escolher um orientador que tenha o mesmo modo de trabalho que o seu, isso vai facilitar muito na hora de desenvolver.

5.      Seja sempre franco com o seu orientador

Com tanto estudo e uma rotina apertada pode acabar deixando os níveis de cansaço e estresse altíssimos, entenda os seus limites principalmente em relação a autoconfiança ao desenvolver um trabalho, tem alunos que tem uma independência maior, outros não deixe isso claro ao seu orientador caso necessite de uma atenção maior, mas também mostre a ele que está se esforçando para aprimorar o seu trabalho.

LEIA TAMBÉM:

Como conseguir descontos na graduação