O Empréstimo é uma ferramenta financeira muito útil em situações de aperto financeiro, acumulo de contas ou mesmo um descasamento do fluxo financeiro pessoal por conta de alguma emergência, é uma forma de resolver diversas situações de maneira rápida e prática.

A tomada de um empréstimo pode ser também a melhor forma de realizar algum grande sonho, como a compra de um imóvel, automóvel, ou mesmo a compra de algo que sempre desejou, realização de uma viagem, curso e outras experiência.

Seja qual for o objetivo, é muito importante se atentar bastante em alguns detalhes no momento de efetivar a operação para que a realização de um sonho no presente não se torne um pesadelo no futuro.

Para lhe auxiliar na decisão de tomada de empréstimo de maneira consciente vamos listar abaixo alguns dos erros mais comuns na hora de fazer empréstimo:

Tomar o Empréstimo sem planejar

Um dos erros mais cometidos é a tomada de crédito sem o devido planejamento financeiro, é muito importante entender todo o seu fluxo financeiro, suas receitas e despesas e planejar o empréstimo. É importante avaliar se a parcela cabe de fato em seu orçamento e quais serão as atitudes que terão que ser realizadas para que consiga honrar o compromisso assumido.

Tomar o Empréstimo por impulso

Este erro acontece muito em situações de emergência, quando precisamos do dinheiro rápido e acabamos fazendo uma operação por impulso, sem realizar o planejamento e nem avaliar outras opções de crédito de outras instituições no mercado. Nem sempre o crédito mais simples e fácil de se realizar é o que possui as melhores condições para as suas necessidades.

Tomar o Empréstimo sem cotar outras opções

Muitas vezes as pessoas realizam todo planejamento financeiro, se organizam para tomar um crédito consciente, porém não avaliam opções com outras instituições financeiras, cotam apenas com o próprio banco e deixam de aproveitar outras oportunidades do mercado.

Veja Também:
Empréstimo com garantia de Veículo: Como Funciona

Comparam as taxas de maneira errada

Existe muita divulgação no mercado da taxa de juros que será cobrada pela instituição na linha de crédito pretendida, mas é muito importante avaliar além da taxa de juros o CET que é o custo efetivo total da operação, que inclui além das taxas, as tarifas, encargos e impostos envolvidos na operação, as vezes por conta de tarifas envolvidas, uma operação com juros mais baixos fica no fim das contas mais “cara” que outra com juros maiores porém sem taxas.

Utilizar linhas de crédito caras

Um dos maiores erros é a utilização de linhas de crédito com altos juros, utilizar limites de crédito da conta corrente, ou realizar pagamentos mínimos de fatura de cartão de crédito, devem ser sempre as ultimas opções de quem precisa de crédito, as taxas de juros dessas operações costumam ser muito altas e tem grande chance de virar um acúmulo de dívidas enorme.

Pegar um empréstimo para quitar outro empréstimo

A atitude de pegar um empréstimo para quitar outro empréstimo é uma excelente solução quando estamos trocando juros altos por operações de juros baixos, porém em muitos casos a pessoa já esta com as contas totalmente bagunçadas e sem planejamento, vai pegando crédito para ir cobrindo outras operações de crédito em atraso, isso é um erro grave que pode tornar a situação incontrolável financeiramente.

Pegar empréstimo com instituição não autorizada

Sempre que for realizar uma operação de crédito, é fundamental que faça a operação com uma instituição financeira autorizada a operar nesta carteira de crédito, com registro no Banco Central, isso é uma questão de segurança para seu patrimônio e com certeza evita que caia em golpes ou fraudes financeiras que ocorrem no mercado.

Agora que você já sabe os cuidados a tomar, que tal simular com quem realmente entende? Clique: SIMULAR EMPRÉSTIMO