Ter uma Máquina de Cartão de Crédito é fundamental para garantir uma venda e conquistar cada vez mais clientes, por conta das vantagens e facilidades no pagamento. Mas com tantas opções disponíveis no mercado, o que é necessário avaliar e levar em consideração para decidir a melhor opção para o seu negócio?

Há tempos que a máquina de cartão de crédito deixou de ser uma opção de pagamento apenas para grandes comércios e/ou instituições. Ter uma maquininha não é mais diferencial, e acabou se tornando fundamental para garantir uma venda e atrair cada vez mais potenciais clientes.

Entre as vantagens comuns de máquinas de cartão de crédito, estão a possibilidade de efetuar a compra via cartão, seja ele de crédito ou débito, colaborando para a segurança e praticidade do consumidor e maior poder de compra, já que o consumidor pode adquirir um bem mesmo se não possui o dinheiro total para compra-lo no momento da compra, podendo parcelar e pagar à prazo.

Esses são benefícios fundamentais, comuns a todo tipo de máquina de cartão de crédito. No entanto, com o crescimento do mercado e a facilidade de uso, até microempreendedores estão aderindo às maquininhas, e saber escolher àquela cujas funções são necessárias para o seu ambiente, é fundamental para atrair clientes e aumentar suas vendas.

Como saber em qual máquina de cartão de crédito investir?

Basicamente, podemos dizer que temos 3 principais tipos de máquinas de cartão de crédito disponíveis no mercado hoje:

Maquininha para celular, Máquina com Chip e Máquina de Cartão de Crédito Tradicional. Você pode Cotar e Comparar cada uma delas clicando em: Cotação de Máquinas de Cartão de Crédito.

Cada uma delas é indicada de acordo com o perfil de negócio de cada investidor.

Se você é um microempreendedor individual ou possui seu pequeno negócio, não precisa investir nas máquinas de cartão de crédito tradicionais, como uma Cielo, por exemplo. Isso porquê, embora ela aceite uma gama maior de bandeiras de cartões, seu custo é mais alto e vai interferir no seu balanço no fim do mês.

As melhores opções para pequenos negócios, são as maquininhas para celular ou as máquinas com chip.

A chamada “maquininha” é a opção mais barata de máquina de cartão de crédito, e nem por isso é a mais simples. Na realidade, são chamadas no diminutivo por conta do seu tamanho. São máquinas pequenas e compactas, onde você envia o comprovante de compra diretamente para o celular do consumidor. Essa modalidade de máquina de cartão de crédito não possui chip e seu controle é feito exclusivamente por celular. Por isso, avalie se o seu smartphone é compatível com a maquininha, antes de optar por esta categoria.

Já as máquinas com chip, embora também pequenas, possuem chip e dispensam o uso de celular, tendo seu controle total na própria máquina.

As máquinas de cartão de crédito mais tradicionais, que foram pioneiras no segmento, geralmente estão ligadas à bancos e cobram um aluguel para seu uso. Elas também precisam de uma linha telefônica para funcionar. Já as outras opções, novas no mercado, você adquire e não precisa pagar uma mensalidade e já vêm com chips integrados, ou podem ser administradas pelo seu celular.

Neste caso, é fundamental que você avalie qual o seu fluxo de vendas. Se o seu fluxo não é tão grande, não vale a pena investir em uma máquina de cartão de crédito onde você terá de arcar com uma mensalidade. Neste caso, as melhores opções para você são as maquininhas sem aluguel, que funcionam com chip próprio, celular, internet ou rede de telefonia móvel.

Após avaliar em qual categoria de máquina de cartão de crédito se encontra o seu negócio, pesquise bastante as opções de máquinas de cada modalidade. Compare marcas e modelos e avalie os preços de cada uma. Dessa forma, você certamente fará um bom negócio.

Para te ajudar, você pode consultar o nosso Guia Completo de Máquinas de Cartão de Crédito.

Que tal começar agora? Cote e Compare as melhores opções de Máquinas de Cartão de Crédito.