Quantas vezes você, na fila do caixa, observou pessoas pagando mesmo que só um cafezinho no cartão? Quantas vezes você se pegou sem dinheiro na hora de pagar e por mais que fosse um valor pequeno, perguntou se o estabelecimento tinha maquininha de cartão? Imagino que muitas, não é mesmo?

Sair com dinheiro na carteira tem se tornado cada vez mais raro, já que a facilidade de passar tudo no débito ou crédito é tamanha. E além disso, muito mais seguro.

SIMULE MÁQUINA DE CARTÃO DE CRÉDITO AQUI

No final de 2018, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) divulgou uma pesquisa onde 46% dos pequenos negócios já utilizavam a maquininha de cartão para receber pagamentos – 19% a mais em relação à 2016.

Este crescimento se deve ao fato de os microempreendedores notarem que a maquininha de cartão é uma forma de impulsionamento de seus negócios, pois notaram que estavam tendo uma queda nas vendas por aceitar apenas dinheiro, já que o cliente procura sempre por facilidades.

Entre diversas vantagens para os empreendedores aderirem a maquininha de cartão, a que conta mais é a segurança. Muitos empresários dizem se sentir mais seguros, já que a maioria dos clientes acaba pagando com cartão, o que resulta menos dinheiro em notas no caixa, reduzindo as chances de ser alvo de um roubo.

Além disso, as maquininhas de cartão podem aumentar o fluxo de vendas, atraindo mais clientes com simples gestos, como quando se deixa as bandeiras dos cartões aceitos expostas na porta do negócio, por exemplo. Afinal, quanto mais formas de pagamento, melhor.

Sem contar que hoje a maioria dos negócios utilizam maquininha de cartão, ou seja, pequenos negócios que ainda não aderiram, acabam ficando para trás de sua concorrência.

Vantagens de ter uma maquininha de cartão

Segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), cerca de 40% das vendas do comércio são pagas através de cartão de crédito, tornando a utilização da maquininha de cartão cada vez mais popular entre os microempreendedores individuais.

Por ser mais uma opção de pagamento, a maquininha de cartão representa um aumento nas vendas e, consequentemente, no faturamento mensal dos pequenos negócios, já que além da opção de débito, há como parcelar ou pagar a prazo no crédito.

Para pequenas lojas de roupas, por exemplo, o parcelamento é cada vez mais procurado, principalmente para clientes que compram mais de uma peça de roupa em uma compra. E, mais uma vez, a segurança é um dos pontos principais, pois o pagamento no crédito garante que a empresa receba o pagamento, diferente de quando se era vendido através de crediário ou cheque, por exemplo.

Atualmente temos mais de uma opção de maquininha de cartão, desde as convencionais, que são ligadas à rede elétrica e telefônica, à maquininha ligada ao Wi-Fi e com chip com pacote de dados, que dispensa até o uso do celular.

Os benefícios vão além de atrair mais clientes e aumentar as vendas, mas também dar mais segurança ao microempreendedor.

LEIA TAMBÉM:

Maquininha de cartão: Quais são as mais baratas em 2019?