Se você é micro empreendedor individual (MEI), com certeza quer buscar as melhores alternativas para aumentar o faturamento do seu negócio, estimular as vendas , proporcionar alternativas de parcelamento para o seu cliente, facilitar o recebimento das vendas, reduzir o risco de inadimplência e também aumentar sua segurança, sem precisar operar com dinheiro em espécie. Saiba que todas essas são as principais vantagens de efetivar a contratação de uma maquininha de cartão para MEI, que possui condições especiais para que você possa ter todos os benefícios, sem ter grandes custos envolvidos nas maquininhas de cartão convencionais.

Maquininha de cartão para MEI: Comprar x Alugar

A principal questão entre alugar uma maquininha de cartão para MEI ou comprar uma deve ser financeira. Existem dezenas de opções de maquininhas que podem ser adquiridas a excelentes custos caso você queira ficar livre do aluguel. Os modelos variam desde as mais simples, até as mais sofisticadas, com diferentes tipos de conexão, impressão de recibo, aceite por proximidade entre outras funcionalidades.

Aantes de comprar a maquininha de cartão para MEI, é importante levar em conta se não existem opções disponíveis no mercado para o aluguel sem a cobrança do custo mensal. Hoje em dia muitas administradoras estão disponibilizando para os seus clientes a oportunidade de ter a maquininha em comodato com o aluguel isento, com base em uma meta de faturamento mensal acordado.

SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO:
Máquina de cartão de crédito: Vale a pena para quem tem um pequeno negócio?

Qual maquininha de cartão para MEI devo escolher?

O primeiro ponto a ser considerado antes de escolher a maquininha de cartão para MEI é entender de fato a sua necessidade. Cada negócio tem sua particularidade, negócios com estabelecimento fixo, podem normalmente escolher modelos mais simples, já que tem fácil acesso a tomadas e conexão com a internet e impressoras.

Por outro lado, negócios que não possuem estabelecimento fixo, como prestadores de serviço, vendedores externos entre outros, tem que se preocupar com maquininhas que tenham boa conexão via rede de celular, bateria com alta duração e conectividade com outros dispositivos.

Outro ponto a ser sempre considerado é o plano alternativo caso alguma maquininha esteja com defeito ou esteja com a rede inoperante, é muito vantajoso contratar uma maquininha reserva, mesmo que seja mais simples, com uma plano básico de uma administradora, só para não correr o risco de perder uma venda por conta de problemas técnicos no meio de pagamento.

Taxas de transação

Muitos empreendedores focam a escolha apenas da maquininha e da facilidade de contratação. Mas é importante considerar também a taxa cobrada em suas transações. Isso porque em todas as vendas que você realizar por meio da maquininha de cartão para MEI, terão a cobrança de uma taxa de transação, que normalmente é um percentual do valor da venda.

A variação das taxas é enorme, existem administradoras que estão zerando as taxas em campanhas promocionais, até administradoras que cobram 5% sobre o valor de todas as vendas realizadas em cartão de crédito.

Basicamente, se você tiver vendido R$ 50.000,00 no ano, pagando 5% de taxa você teria gasto R$ 2.500,00 de tarifas, em contra partida a uma taxa de 2%, teria gasto R$ 1.000,00. Ou seja, uma economia muito grande por conta da taxa de transação, muitas vezes mais significativa até do que o custo da maquina ou valor do aluguel.

Restrições de faturamento

Quem já é enquadrado no MEI, sabe que existem restrições de faturamento para poder usufruir dos benefícios tributários e burocráticos deste modelo de negócio. De maneira mais objetiva, para estar nesta modalidade, o empresário individual não pode ter um faturamento bruto superior a R$ 6.750,00 mensais, portanto, é importante sempre considerar este limite quando for negociar as metas de faturamento da maquininha de cartão para MEI.

Que tal começar a pesquisar e começar essa negociação agora? Conheças as principais opções de Maquininhas de Cartão para MEI.