Acidentes são situações inesperadas que, muitas vezes, podem nos resultar em muita dor de cabeça. A contratação de um seguro de carro é feita para nos deixar mais tranquilos caso alguma coisa aconteça, já que nunca estamos preparados para acidentes ou roubos, por exemplo.

Como o seguro de carro está sendo cada vez mais procurado, o leque de opções de seguros está cada vez maior, assim como os serviços e planos que tem variado bastante, por isso é importante pesquisar bem antes de contratar um seguro para o seu automóvel.

FAÇA UMA SIMULAÇÃO DE SEGURO AUTO

Entre muitas dúvidas a esclarecer antes de contratar um seguro de carro, para começar é importante entender melhor sobre o que é franquia e as diferenças entre franquia normal e reduzida.

A franquia é o valor obrigatório que o segurado deve arcar em caso de sinistros parciais em seu veículo, ou seja, a quantia que será gasta em casos de danos parciais. Já no contrato é definido o valor que a seguradora e o segurado devem pagar em caso de reparo ou conserto do automóvel. Quanto maior o valor do seguro do carro, menor o valor da franquia e vice-versa.

Se você escolhe contratar a franquia normalmente, você tem um custo menor no valor total do seguro do carro, mas caso necessite utilizar, terá que arcar com um valor maior de franquia. Devido ao custo menor no valor do seguro, em caso de acidentes, você terá que pagar uma quantia maior para reparar o automóvel.

Caso você opte pela franquia reduzida, apesar de pagar um valor mais caro no seguro do carro, quando precisar utilizar o serviço, a franquia acaba ficando mais em conta. Ou seja, você não terá que desembolsar um valor muito alto para reparar o seu veículo, já que o seguro cobre a maior parte.

Para esclarecer com números a diferença entre as franquias, vamos supor que você contratou um seguro de carro com franquia normal num valor de R$3.000, por exemplo, e sofreu um acidente e o valor total tenha ficado em R$7.00; você teria que desembolsar R$2.500, enquanto a seguradora arcaria com os R$4.500 restantes. Agora, se você tivesse contratado a franquia reduzida, você pagaria metade do valor, R$1.250, e a seguradora pagaria os R$5.750 restantes.

Cabe a você decidir se prefere pagar menos no valor do seguro e acabar desembolsando mais caso necessite utilizá-lo, com a franquia normal, ou prefere investir um pouco mais na parcela do seguro, tendo assim uma franquia reduzida, pois acidentes podem acontecer a qualquer momento, então nunca saberemos se teremos esse dinheiro para arcar ou não.

Em todo caso, é sempre recomendado fazer cotações de valores com mais de uma seguradora, pois as propostas de franquia normal e reduzida variam muito.

O importante é não deixar de contratar um seguro de carro, pois imprevistos acontecem. E quando pensar que contratar um seguro não vale a pena, pense na hipótese de um acidente maior ocorrer ou um roubo acontecer, se você não tiver nenhum tipo de seguro para o seu carro, quem arcará com todo o valor será você.

VEJA TAMBÉM:

Como escolher seu primeiro seguro automóvel?