O test drive de um veículo representa a “degustação” de um produto de alto valor e que provavelmente te acompanhará por no mínimo um ano – a depender da frequência com que você troca de carro. Por meio da condução do automóvel, você pode verificar a dirigibilidade e funcionamento geral do veículo.

FAÇA UM TEST DRIVE

Mais do que o preço e formas de pagamento, valorização no mercado, preço de revenda, segurança e avaliações, o test drive deveria ser inclusive, pré-requisito para a compra de um veículo, pois ele te possibilitará sentir por alguns minutos, como é dirigir e ser o proprietário daquele carro, reduzindo assim, a possibilidade de fazer uma compra levado apenas pela emoção ou simplesmente movido pelo desejo de possuir aquele determinado modelo.

Abaixo, separamos algumas vantagens de se fazer um test drive:

Sinta o carro

O test drive permite que você sinta como é dirigir o veículo, conforto, aceleração e tempo de resposta do motor, gasto de combustível e praticidade da disposição dos itens no painel durante a direção.

Ouça o carro

Preste atenção a ruídos diferentes que possam surgir durante o test drive, ao som do motor, do ar-condicionado, sons de alerta e até a buzina.

Teste os recursos do carro

Direção, freios, vidros, travas, ar-condicionado, funcionamento do câmbio e recursos multimídia – este último, o ideal é que você verifique com o carro parado, para poder ouvir possíveis ruídos apresentados pelo veículo durante o percurso do seu test drive.

Escolha do horário do test drive

Uma dica interessante, é escolher o horário do test drive compatível com o horário que você mais utiliza o carro no seu cotidiano.

Não fique com “pena” de testar o carro novo

É importante que você vivencie situações reais no test drive, por isso, não evite transitar por ruas irregulares, esburacadas e terrenos diversos, os quais, podem inclusive ser encontrados dentro da cidade. É importante que você avalie também como o carro se comporta nessas situações, responde nas subidas, curvas bruscas e inclusive o sistema de amortecimento.

O carro atenderá às suas necessidades e da sua família?

Observe bem o espaço interno, inclusive o porta-malas e como os bancos se ajustam. Se você tem crianças menores, faça um teste com a cadeirinha e veja como acomodá-la, nesse caso vale até mesmo levar em consideração se o carro é fácil de limpar e se a cor dos estofados favorece ou não o aparecimento de manchas.

Tire dúvidas com o vendedor ou gerente da concessionária

Antes de sair, combine um percurso ou tempo com o veículo. Depois, feito o test drive, aproveite para sanar mais dúvidas que possam ter surgido durante o trajeto, não tenha receio de perguntar, afinal, estamos falando de como você irá gastar o seu dinheiro!

Test drive concluído, experiência vivida, aspectos diversos do carro analisados… e aí? Atendeu às expectativas? Se sim, tenha certeza que seu tempo não foi desperdiçado e que sem dúvida o test drive possibilitou que ainda que breve, você tenha uma ideia real do que está levando para casa e maior segurança na hora de gastar seu dinheiro.

LEIA TAMBÉM:

Confira 6 pontos de atenção ao fazer um test drive