Antes de comprar um carro seja novo ou usado é muito importante fazer o test drive, para ter certeza que aquele modelo se encaixa com as suas necessidades.

Testar o veículo antes de comprar é direito do consumidor e as concessionárias deixam à disposição um modelo de cada para que o motorista possa dirigir antes de decidir comprar e já que é um direito, ninguém deve comprar um carro sem antes testa-lo. Geralmente os motoristas ficam em média 5 anos ou mais com mesmo veículo e fazem uso diário, então essa escolha precisa realmente ser bem feita, mas  o que observar ao fazer um test drive e ter a certeza que está fazendo a escolha perfeita pra você? Veja algumas dicas para fazer um test drive eficaz.

SAIBA COMO FAZER UM TEST DRIVE AQUI

O primeiro ponto é entender que testar o veículo antes da compra é um direito do consumidor e este não deve se sentir obrigado a comprar só porque realizou o test drive, os vendedores querem efetuar a venda, mas o motorista não deve ver uma obrigação em comprar o veículo só porque realizou o test drive.

O motorista precisa se sentir confortável, ao se sentar, ajustar o banco e retrovisores, você tem que se sentir bem, é importante verificar a direção, se está macia ou dura e o quanto o carro é estável com as irregularidades do asfalto.

A aceleração também deve ser observada, ela está diretamente ligada com a potência que o veículo tem. O motorista deve verificar quanto tempo o carro responde numa arrancada ou em uma subida, vale também prestar atenção ao pisar se o acelerador é mais leve ou pesado.

O pedal de freio também é preciso ser testado, dificilmente um leigo no assunto consiga testar com tanta eficiência, mas é preciso prestar atenção principalmente no tempo de resposta, os freios não podem dar trancos ou demorar muito para parar. Tem que ser de forma macia e progressiva.

Verificar se tem uma boa visão ao dirigir é crucial para seu conforto e segurança no transito, o motorista deve olhar pelos retrovisores e pelo vidro e ver se nada está interferindo a sua visão, olhar o vidro dianteiro e ver se há uma boa visão da via à sua frente e no entorno, além do vidro traseiro principalmente para dar ré.

É muito importante tornar o test drive o mais próximo da realidade em que o motorista passa em seu dia a dia, se ele mora num lugar com muito aclives, é preciso procurar um percurso que tenha algum trecho assim, se pega estrada para trabalhar, deve-se tentar experimentar o carro nessa situação, tudo vai depender da disposição e paciência do vendedor.

Já o teste drive em carros usados, deve ser ainda mais minucioso, deve-se observar igualmente os itens de um carro novo e mais alguns aspectos. O motorista deve ficar atento e testar todos os acessórios, tudo deve estar exatamente no estado que o vendedor te informou, esse test drive tem a função mais de ver se está tudo funcionando perfeitamente do que como eles funcionam em si. Em carros usados, o motorista deve ficar atendo aos barulhos e conservação das peças, diferente do novo que é sentar e ver se ele se adapta a sua necessidade.

 

VEJA TAMBÉM:

7 Dicas para pagar menos no seguro do carro